Quarta-feira, 17 de Fevereiro de 2010

Aqui fica uma excelente leitura, de George Siemens, a este respeito.

Pessoalmente considero que a ideia do professor como um curador é deliciosa. E vocês? Opiniões são bem-vindas :)

Boas leituras,

LP e AM


Arquivado em: , , , ,


5 comentários:
De Leonor Cristin@ Santos a 17 de Fevereiro de 2010 às 11:58
RT @timoreilly Must read: What makes a great teacher? Data from Teach for America. http://bit.ly/c7h0tT

Professores deliciosos.

Leonor Cristin@ Santos


De m-aresta a 17 de Fevereiro de 2010 às 21:47
“Without and online identity, you can’t connect with others – to know and to be known.”

Ter uma presença na rede será um aspecto fundamental para que o professor possa ampliar, ser curador, agregar e filtrar conteúdos.
Um aspecto interessante do post do Siemens é que coloca essa dimensão da presença na pessoa do docente - ele mesmo - e não da disciplina: é a conta do twitter do professor, o seu perfil, e não da disciplina que lecciona.
Agora... será assim tão importante essa dimensão mais pessoal? Ou será demasiada exposição?

(pessoalmente, gosto quando os meus professores se tornam em pessoas, se humanizam, e não se refugiam atrás de uma "placa" demasiado institucional :P )


De vania-carlos a 18 de Fevereiro de 2010 às 10:58
A dimensão do professor preconizada por Siemens que me mereceu maior reflexão foi, de facto, a "Persistent Presence"... Também aprecio a dimensão humana do professor, mais pessoal, partilhada a sua comunidade educativa, e reconheço a necessidade de que tenha uma identidade na rede. Mas não deixo de me questionar, se chegamos ao ponto de ter que nos "definir na rede", em todas as nossas dimensões para que nos conheçam, não chegará a um ponto em que isso se tornará uma tarefa penosa (todos sabemos a energia e tempo necessários para manter vivo um website, um blog) e se não o fizermos seremos considerados desinteressantes? A pressão de ter que mostrar tudo o que valemos não se pode vir a sobrepor ao simples prazer de partilhar interesses?


De liliana-almeida77 a 18 de Fevereiro de 2010 às 10:50
Sim também gostei :)

Mas a minha reflexão prendeu-se na "Persistent presence".
A forma como todos aprendemos encontra-se intimamente ligada, quer queiramos quer não, à empatia com determinado professor (a). Embora perceba quem seja da opinião que muitas vezes a tecnologia afasta as pessoas (fisicamente é indiscutível), quantas vezes a sensação de proximidade foi sentida, p.e., após post ou comentários deixados em blogues partilhados por professores e alunos? Falo daquela proximidade que apesar de não verbalizada, se sente.


De lpedro a 18 de Fevereiro de 2010 às 10:54
Aproveito para agradecer o contributo da Leonor e para comentar o teu input e o da Mónica. Esta questão das presenças/identidades digitais está a assumir uma importância crescente e, se calhar, era tempo dos currículos/escolas/agentes/todos começarmos a pensar nisso de forma séria e articulada, não acham?


Comentar post

Sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Artigos recentes

Avaliação MAC

Design thinking

Trabalho Individual

Critical thinking

Sessão de discussão a dis...

Livros Digitais. O Futuro...

Teaching in the 21st cent...

Wiki e trabalho da turma

A formação de professores

Plágio na era digital

Arquivo

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Arquivado em

2011_12

abertura

actividades

agradecimento

aha

alerta

aprendizagem

aprendizagens significativas

apresentações

áreas

arquiteturas cognitivas

avaliação

aviso

a_época_de_futebol_acabou_ontem

blogroll

bolsas

box

ciências sociais

cognição

colaboração

comentários

conferência

construtivismo

conteúdo

contributo

convergência

credenciais

critérios

critical

data

datas

deadline

debriefing

design thinking

distância

documentos

dúvida

educação

educação_inclusiva

ensino

era digital

esclarecimentos

espírito crítico

estratégias

estrutura

estudo_de_caso

et_voilá

fct

formação de professores

gbl

gee

geert

grupo 3

grupo2

grupo3

guiões

hello

hora

independence

iniciais

início

innovation

intellectual

interacção

investigação

james

jogos

keynote

layout

lidia

local

mac

margarida

metodologias

mie

mission_completed

mme

mmed

mmedu

motivation

mudanças

multimédia

negociação

notas

oliveira

organização

o_campeonato_acabou_para_o_scp

o_verdadeiro_post

ple

programa

progresso

sapo_campus

seminário

sessão_presencial

shutting_off_problems

sime

tecnologia

trabalho

tumblr

wiki

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds