Segunda-feira, 28 de Fevereiro de 2011

Companheiros:

após a reflexão dos excelentes comentários do grupo das estratégias na avaliação, abro a enquete:

1. O mentor deve avaliar ou emitir parecer/relatório?

2. Se ele avaliar,qual o peso do mesmo na construção da nota? 10%?

3. A avaliação do professor deve pesar mais do que a do aluno, numa divisão 70% para o professor e 30% para o Aluno (peer/self?) 

 

Aguardo contributos para definir esse aspecto da avaliação.




 Olá a todos, em especial, colegas da "avaliação".

 

Estivemos a espreitar os textos que publicaram na wiki e fizemos alguns comentários na discussão.

Estamos disponíveis para reunir online, se considerarem útil, de forma a podermos conversar melhor sobre algumas das opiniões que aí descrevemos.

Bom trabalho para todos,

As estrategas




Domingo, 27 de Fevereiro de 2011
O grupo do plano estratégico reformulou e acrescentou o conteúdo que começa a tomar forma de wiki. Esta será também a última vez que colocamos esta informação já que, a partir de agora, as actualizações serão constantes. Visitem-nos regularmente que nós esperamos ansiosamente o mesmo! :)
Aproveitamos para partilhar (e pedir ajuda) numas questões mais técnicas:
 
1- Vimos noutra wiki que havia a possibilidade de criar a estrutura de “tabela de conteúdo” sem que ela apareça. Ou seja, fica a estrutura mas não a tabela. Um exemplo do que queremos fazer está em http://wiki.ua.sapo.pt/wiki/PLE
 
2- É possível fazer uma ligação para dentro de outra wiki mas para uma secção específica?
 
3- Existe alguma área para onde se possa fazer o upload de imagens?
 
4- Como se insere HTML dentro de uma wiki? Esta opção era especialmente útil para fazer o embed.

Arquivado em: , ,


Sexta-feira, 25 de Fevereiro de 2011

Na sequência deste post da Mariana, gostaria de vos deixar mais uma interessante leitura:

Things (and People) Are The Tools Of Revolution!

Trata-se de uma reflexão, actualíssima, sobre o uso das tecnologias nas Revoluções que estão a acotecer pelo mundo árabe. O autor faz a ponte para a Actor Network Theory de uma forma interessante e mostrando o papel que as tecnologias aí desempenham. E se pensamos no papel dos professores e alunos, também temos de pensar no papel das tecnologias (que aqui funcionariam como o porta-chaves gigante, no exemplo da Mariana).




Olá mais uma vez.

Duas questões logísticas que gostaríamos de colocar à discussão:

1.Por estarmos a trabalhar no enquadramento, sentimos a necessidade de criar uma pequena secção inicial mais introdutória. Nessa secção, será de todo relevante que se apontem as pistas para as partes que cada grupo vai desenvolver.

Como fazer? O nosso grupo poderá desenvolver essa parte (sendo necessário que, assim que possível, nos disponibilizem os tópicos gerais, para que se façam as ligações para as wikis ds grupos) ou, em alternativa, cada grupo desenvolve uma pequena introdução que depois de juntará, para termos um texto único. O que acham? Outra questão relacionada com esta é a localização disso. Podemos incluir essa Introdução na página inicial da wiki (onde estão agora as ligações para as partes), ou no início da secção do enquadramento.

 

2. Apresentações (esta é só para aproveitar o post e irmos pensando no assunto). Tratando-se de um projecto conjunto, e sendo a integração e o trabalho projecto palavras de ordem, a apresentação também deveria ser conjunta, ou não? Poderia escolher-se uma ferramenta que permitisse o acesso de todos e dessa forma estruturar-se-ia sequencialmente...




Olá

O Grupo 1 vem colocar à discussão 1 questão, sobre a qual temos vindo a trabalhar, e que é importante para o andamento dos trabalhos: Como serão compostos os grupos de alunos a frequentar a UC.

Já sabemos que serão alunos de mestrado e professores em serviço. Contudo, por questões logísticas, o número não deverá exceder os 20/30 por grupo. Na UA temos vários cursos de mestrado para formação de professores e temos também o público externo (professores em serviço). Assim, perspectiva-se que sejam mais de 100 os alunos para a UC. Colocamos 2 opções e gostaríamos de ter o feed-back de todos. As opções são apenas para lançar a discussão.

a) grupos aleatórios (i.e. que incluam alunos de mestrado, independentemente da área científica, e professores). Esta opção é mais rica em termos de interacções, mas mais complexa do ponto de vista da operacionalização (desde os horários, a conteúdos mais específicos que venham a ser abordados)

b) grupos por área científica (i.e. que incluam alunos de mestrado e professores da mesma área científica). Esta opção tem a vantagem de mais facilmente direccionar e envolver as pessoas de cada grupo nos projectos a desenvolver.

Se tomarmos como exemplo este PD em que estamos, a área científica não se apresenta relevante para o desenvolvimento das competências em causa, já que mesmo sendo de áreas muito distintas, não as trabalhamos especificamente em cada UC. Contudo, se a metodologia implicasse o trabalho mais sistemático sobre um projecto, provavelmente a ligação à área científica faria mais sentido.

Contamos com os vossos contributos, acreditando que essa discussão já terá acontecido também nos vossos grupos.

 

 




O grupo 2 publicou novo conteúdo (ainda, work in progress) na wiki. 


Arquivado em: , , ,


 Pelas leituras que o grupo 2 tem feito, considera-se que a Teoria da Rede de Actores (Actor Network Theory, ANT), desenvolvida nos anos 80 do século passado, por Michel Callon e Bruno Latour, permite compreender o conceito de “role-playing” que tem vindo a ser discutido pelos grupos. De qualquer forma, o grupo continua a investigar esta questão. Gostaríamos de auscultar a opinião dos colegas, sobretudo do grupo 3 que propôs o conceito de “role-playing”.

Wikipédia: Teoria da Rede de Actores

Actor Network Theory

 

 


Arquivado em: , ,


Quinta-feira, 24 de Fevereiro de 2011

 

A maior contribuição dos PLEs é a ampliação das oportunidades de aprendizagem para todos (Atwell & Puscuta, 2008).

Arquivado em: ,


Um recurso interessante, apanhado no Facebook via Paulo Simões. A ler :)

 


Arquivado em: , ,


Sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Artigos recentes

Avaliação MAC

Design thinking

Trabalho Individual

Critical thinking

Sessão de discussão a dis...

Livros Digitais. O Futuro...

Teaching in the 21st cent...

Wiki e trabalho da turma

A formação de professores

Plágio na era digital

Arquivo

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Arquivado em

2011_12

abertura

actividades

agradecimento

aha

alerta

aprendizagem

aprendizagens significativas

apresentações

áreas

arquiteturas cognitivas

avaliação

aviso

a_época_de_futebol_acabou_ontem

blogroll

bolsas

box

ciências sociais

cognição

colaboração

comentários

conferência

construtivismo

conteúdo

contributo

convergência

credenciais

critérios

critical

data

datas

deadline

debriefing

design thinking

distância

documentos

dúvida

educação

educação_inclusiva

ensino

era digital

esclarecimentos

espírito crítico

estratégias

estrutura

estudo_de_caso

et_voilá

fct

formação de professores

gbl

gee

geert

grupo 3

grupo2

grupo3

guiões

hello

hora

independence

iniciais

início

innovation

intellectual

interacção

investigação

james

jogos

keynote

layout

lidia

local

mac

margarida

metodologias

mie

mission_completed

mme

mmed

mmedu

motivation

mudanças

multimédia

negociação

notas

oliveira

organização

o_campeonato_acabou_para_o_scp

o_verdadeiro_post

ple

programa

progresso

sapo_campus

seminário

sessão_presencial

shutting_off_problems

sime

tecnologia

trabalho

tumblr

wiki

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds