Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2012

"A sala de aula interativa seria o ambiente em que o professor interrompe a tradição do falar/ditar, deixando de identificar-se como o contador de histórias, e adota uma postura semelhante a do designer de software interativo. Ele constrói um conjunto de territórios a serem explorados pelos alunos e disponibiliza coautoria e múltiplas conexões, permitindo que o aluno também faça por si mesmo. (...) O aluno, por sua vez, passa de espectador passivo a ator situado num jogo de preferências, de opções, de desejos, de amores, de ódios e de estratégias, podendo ser emissor e receptor no processo de intercompreensão. E a educação pode deixar de ser um produto para se tornar processo de troca de ações que cria conhecimentos e não apenas os reproduz" 

(Silva, 2002, in Materiais Didáticos, 2005, p. 60).

 

Nesta perspetiva, a formação de professores, além do domínio prático das tecnologias, deve orientar-se para a transformação das práticas pedagógicas, de modo a fomentar a criatividade, a colaboração, o espírito crítico e aprendizagens significativas. Como enquadrar nela a prevenção dos riscos e o aproveitamento das potencialidades das tecnologias digitais no desenvolvimento dessas práticas?

 

 

 




9 comentários:
De lpedro a 27 de Fevereiro de 2012 às 23:32
Correndo o risco de ser polémico e injusto ( e sublinhado o facto de estar a comentar apenas um parágrafo de uma obra que não conheço), tenho que confessar que a utilização da expressão "materiais didáticos" no título é perigosa. A minha tese de doutoramento é de 2005 e é precisamente sobre a construção de materiais didáticos por recurso a uma dada ferramenta. Já na altura havia evidências que a maioria dos materiais didáticos tendiam a ser materiais de ensino e não materiais de aprendizagem. Vá lá, não me puxem pela língua :)


De artur-ramisio a 1 de Março de 2012 às 00:16
Viva!
É verdade que a didática se pode sintetizar como sendo a arte de ensinar, mas é evidente que quando hoje falamos em "ensinar" tendemos a ligar este conceito à transmissão de conhecimento, em contraponto com aquilo a que chamamos construção do conhecimento. No entanto, o entendimento da didática como a arte de ensinar contém em si o ensinar o quê e o modo de o fazer, e este modo de o fazer pode e deve ser entendido (e praticado) como um desafio que o professor tem pela frente em cada momento para tornar eficaz a arte de ensinar, ou seja, além de arte é também ciência de ensinar, na medida em que implica colocar o aluno no centro do processo, envolvê-lo na sua própria aprendizagem. E é nesse entendimento que os "materiais didáticos" podem ser assim chamados. Desde que sirvam para tornar atrativa, significativa e eficaz a aprendizagem, cumprem o seu papel como material didático, ou seja, material ao serviço da arte-ciência de ensinar.

Provérbio chinês:
"Diz-me e eu esquecerei
Ensina-me e eu lembrar-me-ei
Envolve-me e eu aprenderei"


Comentar post

Sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Artigos recentes

Avaliação MAC

Design thinking

Trabalho Individual

Critical thinking

Sessão de discussão a dis...

Livros Digitais. O Futuro...

Teaching in the 21st cent...

Wiki e trabalho da turma

A formação de professores

Plágio na era digital

Arquivo

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Arquivado em

2011_12

abertura

actividades

agradecimento

aha

alerta

aprendizagem

aprendizagens significativas

apresentações

áreas

arquiteturas cognitivas

avaliação

aviso

a_época_de_futebol_acabou_ontem

blogroll

bolsas

box

ciências sociais

cognição

colaboração

comentários

conferência

construtivismo

conteúdo

contributo

convergência

credenciais

critérios

critical

data

datas

deadline

debriefing

design thinking

distância

documentos

dúvida

educação

educação_inclusiva

ensino

era digital

esclarecimentos

espírito crítico

estratégias

estrutura

estudo_de_caso

et_voilá

fct

formação de professores

gbl

gee

geert

grupo 3

grupo2

grupo3

guiões

hello

hora

independence

iniciais

início

innovation

intellectual

interacção

investigação

james

jogos

keynote

layout

lidia

local

mac

margarida

metodologias

mie

mission_completed

mme

mmed

mmedu

motivation

mudanças

multimédia

negociação

notas

oliveira

organização

o_campeonato_acabou_para_o_scp

o_verdadeiro_post

ple

programa

progresso

sapo_campus

seminário

sessão_presencial

shutting_off_problems

sime

tecnologia

trabalho

tumblr

wiki

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds