Domingo, 26 de Fevereiro de 2012

 

Os livros digitais estão a ganhar terreno e a começar a fazer parte do quotidiano de algumas escolas (ver o exemplo do caso de França em que foram distribuídos iPads aos alunos do 6º ano).

Por outro lado é-nos descrita uma outra situação educativa em que é utilizada a biblioteca itinerante designada por Biblioburro.

Em jeito de provocação, e como último post , o grupo 1 partilha com todos, as seguintes questões:  

Será que a eficácia da aprendizagem depende da quantidade de tecnologia utilizada/distribuída?

Qual é o papel do professor nestas duas realidades distintas?

Qual a importância da criatividade no processo de ensino aprendizagem?

 



aldinacrodrigues às 23:57 |
editado por lpedro em 27/02/2012 às 10:10link do post | comentar
adicionar aos favoritos

13 comentários:
De carlaponte a 2 de Março de 2012 às 11:15
Olá a todos!

É interessante verificar como as nossas "divagações" e perceções ao longo deste e outros posts vão deixando transparecer questões transversais muito pertinentes:
- por um lado, destacar que existem vantagens inegáveis da tecnologia para o contexto de ensino e aprendizagem; fomos capazes de apontar algumas dessas vantagens ( custos, acesso, novas formas de abordagem), mas existe ainda uma certa dificuldade em definir claramente a mais-valia no uso da tecnologia, os contextos educativos em que a tecnologia seja indispensável.
- por outro lado, começa a ficar claro que a tecnologia é apenas um meio, um acessório que não traz necessariamente " a receita mágica" do sucesso automático na eficácia das aprendizagens; destacámos , por diversas vezes, que fatores como a criatividade, o contexto e até o perfil do professor acabam por inteferir mais no resultado das aprendizagens do que a tecnologia em si;

Posto isto, uma pergunta provocatória: então o que andamos a fazer todos num Doutoramento intitulado Multimédia em Educação? Não seria, à partida, para analisar ou até provar que a technologia apresenta mais-valias em contexto educativo? Que todo o processo educativo só tem a ganhar com o uso de tecnologia? Parece que ainda temos um longo caminho de questionamento pela frente... ;)


De jesus-anabela a 3 de Março de 2012 às 12:16
De facto esta pergunta, (o que fazemos num doutoramento como este) julgo, surge-nos a todos nós que estamos na tecnologia educativa. Selwyn (2010) diz algo bastante ilucidativo, com a qual tendo a concordar (as excepções não devem ser apagadas) e que nos deve dar muito que pensar:

"Many of the fundamental elements of learning and teaching remain largely untouched by the potential of educational technology" (p. 66).

Relativamente ao potencial da tecnologia três particularidades parecem-me fundamentais:

1- a sua capacidade de fazer convergir todas as formas de representação e de comunicação de conhecimento;
2- a multiplicidade de versões que possibilita;
3- os processos de automação que podem estar incorporados.

Como podemos recriar o processo de ensino/aprendizagem para fomentar novas práticas:
1- processos e "produtos" que incluam novas formas de representação/comunicação do conhecimento e novas audiências;
2- diversificação das propostas educativas no sentido de possibilitar um trabalho diferenciado com os alunos, diferentes ritmos de trabalho, dar maior relevância às aprendizagens escolares e talvez (?) personalização das mesmas;
3- que funções pode a tecnologia assumir no processo, em diversas vertentes, tais como libertar os professores de atividades "mecânicas" para atividades centradas na recriação do processo de aprendizagem.



Comentar post

Sobre mim
Abril 2012
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6
7

8
9
10
11
12
13

15
16
17
18
19
20
21

22
23
24
25
26
27
28

29
30


Artigos recentes

Avaliação MAC

Design thinking

Trabalho Individual

Critical thinking

Sessão de discussão a dis...

Livros Digitais. O Futuro...

Teaching in the 21st cent...

Wiki e trabalho da turma

A formação de professores

Plágio na era digital

Arquivo

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Arquivado em

2011_12

abertura

actividades

agradecimento

aha

alerta

aprendizagem

aprendizagens significativas

apresentações

áreas

arquiteturas cognitivas

avaliação

aviso

a_época_de_futebol_acabou_ontem

blogroll

bolsas

box

ciências sociais

cognição

colaboração

comentários

conferência

construtivismo

conteúdo

contributo

convergência

credenciais

critérios

critical

data

datas

deadline

debriefing

design thinking

distância

documentos

dúvida

educação

educação_inclusiva

ensino

era digital

esclarecimentos

espírito crítico

estratégias

estrutura

estudo_de_caso

et_voilá

fct

formação de professores

gbl

gee

geert

grupo 3

grupo2

grupo3

guiões

hello

hora

independence

iniciais

início

innovation

intellectual

interacção

investigação

james

jogos

keynote

layout

lidia

local

mac

margarida

metodologias

mie

mission_completed

mme

mmed

mmedu

motivation

mudanças

multimédia

negociação

notas

oliveira

organização

o_campeonato_acabou_para_o_scp

o_verdadeiro_post

ple

programa

progresso

sapo_campus

seminário

sessão_presencial

shutting_off_problems

sime

tecnologia

trabalho

tumblr

wiki

todas as tags

blogs SAPO
subscrever feeds